Triunfo em Alfarim que valeu mais do que os três pontos

O GD Fabril venceu (0-1) em Alfarim, em jogo da 6ª jornada do campeonato distrital da AFS. Vitória muito difícil frente a um adversário complicado e debaixo de um autêntico dilúvio.

Ganhamos! Ganhamos! Ganhamos! Não soube apenas a três pontos a vitória desta tarde em Alfarim. Para o conseguirmos tivemos de contornar tudo o que apareceu pela frente. O adversário, a chuva, o terreno de jogo – para alguns parecia uma piscina – e uma equipa de arbitragem que teve uma tarde extremamente infeliz. Enfim, nada de novo…

Não fossem os jogadores do GD Fabril de uma mentalidade acima da média, com um carácter de fazer inveja a muito boa gente e hoje estaríamos aqui a escrever linhas sobre um resultado negativo. Não conseguiram. Temos pena…

O GD Fabril entrou fortíssimo no encontro e aos 8 minutos já tinha atirado duas bolas aos ferros. Primeiro Bruninho e depois Caramelo deixaram o aviso.

A equipa fabril sempre com um futebol positivo foi ganhando os duelos a meio-campo, mas com o passar dos minutos as fortes chuvas começaram a fazer estragos e o sintético começou a ficar muito encharcado. A equipa da casa tirando um remate, aos 40 minutos, que obrigou Rui Dabó a uma excelente defesa, pouco perigo criava.

No segundo tempo o GD Fabril voltou a entrar por cima e viu Caramelo dispor de uma grande oportunidade, aos 55 minutos. A bola passou muito perto da baliza adversária.

Aos 63 minutos aconteceu o principal caso do jogo. Após um pontapé de canto na direita, Bruninho salta mais alto que todos os adversários e coloca a bola no fundo das redes adversárias. A equipa da casa ‘aceitou’ o golo, o árbitro auxiliar correu para a sua posição e após os fortes festejos da equipa fabril o árbitro Tiago Bolegas anulou o tento para espanto geral. A ridícula decisão apanhou até de surpresa a equipa do Alfarim. Uma vergonha de decisão de uma equipa de arbitragem que ‘perdeu-se’ debaixo do ‘dilúvio’ que caia em Alfarim.

Mas há uma coisa que ainda não perceberam: este plantel do GD Fabril NUNCA se irá render mesmo frente ao máximo de contrariedades. De cabeça erguida enfrentamos tudo e todos sabendo que para sermos felizes temos de ganhar. E hoje não foi diferente!

Apenas quatro minutos após a ridícula decisão da equipa de arbitragem, o GD Fabril voltou a marcar. E este não deu para anular! Cabeceamento de raiva de Bruninho, que colocou justiça num jogo que só poderia ter um vencedor. O golo foi muito festejado por todos os jogadores, staff e adeptos presentes no Complexo Desportivo de Alfarim.

Até final a equipa da casa ainda tentou chegar ao empate, mas pouco fez para o conseguir. O Fabril ainda teve uma oportunidade para ampliar a vantagem mas acabou por preocupar-se essencialmente em segurar os três pontos.

O jogo desta tarde voltou a demonstrar que o GD Fabril continua a ser vítima de algum preconceito e a perseguição é evidente. Não queremos ser favorecidos, apenas queremos que as regras sejam iguais para todos os intervenientes que entrem em campo sejam eles verdes, vermelhos ou amarelos.

Valeu mais que três pontos…

.